Notícias

Representantes do governo de Quebec visitam Univap

Escrito por Univap

15 SET 2023 - 18H39 (Atualizada em 15 SET 2023 - 18H51)

Nesta quarta-feira (13) dois representantes do governo de Quebec, que fazem parte do Consulado Geral do Canadá, visitaram a Faculdade de Engenharias e Arquitetura (Feau) e o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) para abrir portas à uma ponte entre o governo da província canadense e a instituição brasileira.

A visitação teve início no bloco 10, onde puderam conhecer o Laboratório Multidisciplinar de Inovação e Tecnologia. Seguiu-se ao bloco do Anexo, com acesso ao Laboratório de Usinagem e sua sala de controle, além do Laboratório de Jato Propulsão, onde ficam os foguetes desenvolvidos pela equipe Bravo, Grupo de Desenvolvimento Aeroespacial da Univap.

No IP&D foram recepcionados pela diretora do Instituto, Dra. Lucia Vieira. Devido ao curto tempo de visitação, só foi possível conhecer a Central de Laboratórios Multiusuários (CLM), uma das áreas mais tecnológicas do Instituto.

Hércules Kuster, adido em promoção e prospecção do Escritório do Quebec, e o assistente Frederico Chagas, explicaram ao diretor da Feau, professor Liu Yao Cho e ao coordenador do curso de Engenharia Aeronáutica e Espaço, professor Paulo Henrique Salles, que o Escritório recebe sazonalmente vagas de trabalho em diversas áreas. O intuito do consulado é trazer oportunidades aos técnicos e profissionais brasileiros em áreas específicas de acordo com a necessidade das empresas de Quebec, fornecendo vagas de emprego na província.

O programa de recrutamento de trabalhadores especializados acontece por intermédio do Escritório, que faz o elo entre os empregadores canadenses e os candidatos brasileiros. Como a demanda atual envolve o campo da engenharia, os representantes de Quebec buscaram o know-how da Feau, referência em Engenharia Aeronáutica, como forma de aproximação da realidade profissional em questão.

Quebec é uma província canadense de língua francesa, com insuficiência de profissionais e técnicos em áreas especificas. Portanto, alguns cargos precisam ser ocupados por trabalhadores de outros países, surgindo oportunidades para aqueles que se qualificam aos requisitos de cada vaga.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto