Sessões Científicas

  • Os trabalhos submetidos serão organizados nas seguintes sessões científicas:

    Ionosfera: Terrestre e Planetárias

    Chair: Dr. Paulo Alexandre Bronzato Nogueira (IFSP)
    Co-Chairs: Dr. Fabiano da Silveira Rodrigues (The University of Texas at Dallas) e Dra. Laysa Cristina Araújo Resende (INPE)

    Nesta sessão serão aceitos trabalhos que discorram sobre os mais diversos processos que controlam os fenômenos ionosféricos, tanto aqueles relacionados à ionosfera terrestre quanto a de outros planetas. Estudos que tragam avanços sobre a compreensão dos comportamentos ionosféricos e que utilizam técnicas observacionais, de modelagem e simulação numérica serão bem-vindos nesta sessão. Contribuições sobre a ionosfera terrestre são especialmente encorajadas, principalmente aquelas versando sobre a resposta ionosférica à tempestades/subtempestades geomagnéticas, precipitação de partículas energéticas até a baixa ionosfera, variações latitudinais e longitudinais da eletrodinâmica da ionosfera, estudos climatológicos, camadas E-esporádicas, irregularidades ionosféricas nas regiões E e F, cintilação ionosférica e seus efeitos sobre os sistemas de comunicação e navegação, variabilidade do conteúdo eletrônico total, assim como o acoplamento com a atmosfera neutra, tais como os distúrbios ionosféricos propagantes e assinaturas de ondas planetárias e das marés. Esta sessão também busca trabalhos que abordem sobre a utilização de múltiplos instrumentos, e outros que combinem técnicas observacionais tanto baseadas no solo quanto em veículos espaciais, incluindo CubeSats.



    Física e Química da Atmosfera Neutra

    Chair: Dr. José Valentin Bageston (CRS/INPE)
    Co-Chairs: Dr. Pierre-Dominique Pautet (Utah State University) e Dr. Mauricio José Alves Bolzam (UFG)

    Nesta sessão serão aceitos trabalhos relacionados com a física e química da troposfera, estratosfera, mesosfera e termosfera. Contribuições que tragam progressos recentes acerca dos fenômenos que ocorrem desde a mais baixa até a alta atmosfera neutra serão muito bem-vindas. Esta sessão também busca por trabalhos que abordem a utilização de diferentes técnicas e instrumentos (terrestre e espacial) para medidas de ventos neutros, temperatura, composição e aeroluminescência, bem como estudos de modelagem teórica e computacional. Resultados de pesquisas sobre os processos de acoplamento no sistema atmosfera neutra e ionizada são encorajados, bem como as contribuições envolvendo os seguintes tópicos: energia e momentum transportados por ondas de gravidade, marés e ondas planetárias; interação entre ondas atmosféricas; geração de ondas secundárias; variações de longo prazo do sistema estratosfera-mesosfera-termosfera; precipitação de partículas energéticas afetando a mesosfera e a estratosfera; aquecimento estratosférico súbito; e eventos luminosos transientes. Assuntos de pesquisa envolvendo as áreas e subáreas da meteorologia e da ciência do sistema terrestre também são bem-vindos.



    Clima Espacial e Relações Sol-Terra

    Chair: Dr. Alisson Dal Lago (INPE)
    Co-Chairs: Dr. José Henrique Fernandez (UFRN) e Dr. Clezio Marcos De Nardin (INPE)

    O clima espacial é um tema multidisciplinar que abrange tanto a pesquisa teórica quanto a aplicada, focadas no monitoramento da variabilidade solar e do ambiente espacial próximo à Terra que podem influenciar no funcionamento dos sistemas tecnológicos geoespaciais, ou afetar a vida e a saúde humana. Esta sessão aceita trabalhos que discorram sobre a atividade solar, heliosfera, raios cósmicos, meio interplanetário, magnetosfera, ionosfera, atmosfera neutra, bem como sobre pesquisas magnetotelúricas. Também são encorajadas submissões de trabalhos que abordem sobre os mais diversos processos físicos e fenômenos geomagnéticos, tanto relacionados com o estudo das contribuições ao campo geomagnético de origem externa e/ou interna que utilizam técnicas observacionais, assim como estudos que empregam modelos teóricos e simulação numérica.



    Física de Plasmas

    Chair: Rodrigo Andres Miranda Cerda (UNB)
    Co-Chairs: Dr. Pablo Rubén Muñoz Gutberlet (Universidad de La Serena) e Dr. Marco Antônio Ramirez Ramos (UNIVAP)

    Nesta sessão serão aceitos trabalhos que discorram sobre todas as áreas da física do plasma, tanto teórica quanto experimental. Contribuições que abordem sobre plasmas em ambiente espacial e astrofísico, e em ambiente de alto vácuo, serão especialmente bem-vindas, bem como estudos de plasmas aplicados à fusão termonuclear e às ciências dos materiais. Resultados de pesquisas versando sobre ondas em plasmas e instabilidades, caos e fenômenos não-lineares, turbulência, plasmas confinados magneticamente, plasmas com elevada densidade de energia, simulações numéricas MHD e PIC, plasmas não-colisionais e plasmas térmicos e não-térmicos são fortemente encorajados. Esta sessão também busca trabalhos que abordem sobre instrumentos e técnicas de medidas de plasmas em laboratório e de medidas in-situ em plasmas espaciais. Submissões que envolvam aplicações tecnológicas de plasmas tais como combustão assistida por plasma, tratamento de materiais (microeletrônica, aeroespacial, energia e biomédica), nanotecnologia e propulsão elétrica também são fortemente encorajados.



    Física Solar, Meio Interplanetário e Magnetosferas Planetárias

    Chair: Dr. Jean-Pierre Raulin (UPM)
    Co-Chairs: Dr. Jean Carlo Santos (UTFPR) e Dr. Marcos Vinicius Dias Silveira (GSFC/NASA e Catholic University of America)

    A sessão trata dos fenômenos ligados à atividade solar e seus efeitos sobre a dinâmica do meio interplanetário e das magnetosferas planetárias. Nesta sessão serão aceitos trabalhos observacionais ou teóricos, incluindo abordagens que envolvam modelagens e simulações sobre fenômenos relacionados à atividade solar transiente ou de longo prazo, ao vento solar, a geração e origem de eventos impulsivos, tais como as explosões solares e as ejeções de massa coronal (EMC), a aceleração de partículas e as emissões solares nas diferentes faixas do espectro eletromagnético. Também são bem-vindos trabalhos sobre o papel do campo magnético solar nos mais diferentes processos e fenômenos quiescentes ou transientes, e sobre sua interação com os campos magnéticos planetários, uma vez que o campo magnético solar se estende por todo o espaço interplanetário.



    Astronomia e Astrofísica

    Chair: Dr. Alexandre Soares de Oliveira (UNIVAP)
    Co-Chairs: Dra. Ângela Cristina Krabbe (UNIVAP) e Dr. Irapuan Rodrigues de Oliveira Filho (UNIVAP)

    A astronomia brasileira vive uma fase de forte expansão, impulsionada por fatores como o uso de telescópios modernos de grande porte, pelo crescente envolvimento da comunidade astronômica no desenvolvimento de instrumentação científica de ponta e pelo surgimento de novos programas de pós-graduação. Isso tudo ocorre no momento em que a nova geração de telescópios gigantes está em construção, com participação efetiva brasileira. Esta sessão tem por objetivo proporcionar um momento de troca de ideias científicas, assim como fomentar os contatos profissionais e sociais. Os participantes terão a oportunidade de divulgar a discutir seus trabalhos diante de uma audiência multidisciplinar que cobre todas as áreas de pesquisa em astronomia no Brasil, bem como assistir conferências convidadas ministradas por especialistas em distintas áreas de pesquisa.