UNIVAP ADQUIRE EXOESQUELETO PARA REABILITAÇÃO E PESQUISA NO CURSO DE FISIOTERAPIA

Equipamento custou R$250 mil e será usado em pesquisa e reabilitação

A Univap – Universidade do Vale do Paraíba, foi contemplada com R$ 250 mil da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), para a aquisição de um Exoesqueleto Armeo® Spring de membro superior, desenvolvido pela empresa suíça Hocoma. 

A Univap é a primeira Universidade brasileira a adquirir este tipo de equipamento, que consiste em um suporte para membro superior por meio de um exoesqueleto, com molas integradas e ajustáveis, o que permite o movimento assistido em um amplo espaço de trabalho tridimensional. 

O software Armeo contém um ambiente de treinamento de realidade virtual onde diversos movimentos podem ser realizados de forma motivadora, considerando que o desempenho durante a tarefa funcional é demonstrado em tempo real. Os benefícios do exoesqueleto incluem a preservação e/ou restauração das habilidades sensório motoras por meio do aumento da amplitude de movimento, força e resistência muscular. Os exercícios são repetitivos, e apresentam diferentes níveis de dificuldade que podem ser ajustados de acordo com as necessidades e evolução do paciente. 

O sistema também é capaz de avaliar o desempenho muscular e a coordenação motora dos pacientes. O progresso da reabilitação é monitorado por meio de um banco de dados que gerencia os objetivos da terapia individual e a capacidade específica de cada paciente ao se mover. O Exoesqueleto contribui para a reabilitação de pessoas acometidas por diversas doenças neurológicas, como o Acidente vascular cerebral, Paralisia Cerebral, Síndromes Neurológicas, Traumatismo Craniano e Medular; traumáticas-ortopédicas entre outras. “Muitos pacientes apresentam disfunções sensório-motoras decorrentes de lesões encefálicas e comprometimento do sistema músculo esquelético. O uso do exoesqueleto tem o propósito de acelerar o processo de recuperação destes pacientes, o que é demostrado em publicações de alto impacto científico”, diz o Prof. Dr. Mário Oliveira Lima, Coordenador do curso de Fisioterapia. 

“A aquisição do exoesqueleto irá beneficiar tanto os pacientes atendidos na Clínica Escola da Universidade, como os alunos do Curso de Fisioterapia e dos programas de pós-graduação da Instituição, que terão acesso à um novo equipamento de alta tecnologia”, comenta a Profa. Fernanda Pupio, coordenadora do Programa de Mestrado em Bioengenharia da Univap.

outras Notícias

Calendario