247ª Edição - Ano IX
Junho de 2016
         
 

Centro de História e Memória da Univap

 
Ao longo da trajetória de uma universidade é produzida grande quantidade de documentos fundamentais e de extrema importância para o seu funcionamento, para a sua administração e para a sua memória. Nesse sentido, muitos registros são provas e testemunhos do caminho percorrido. Dessa forma, esse conhecimento ajuda na construção de uma identidade e define o papel da instituição. Mas os registros e informações encontrados em vários departamentos precisam ser reunidos, armazenados e organizados de forma correta num acervo, com a finalidade de estarem à disposição para consulta, pois revelam mais que simples atividades cotidianas, retratam a dinâmica de uma época, de uma sociedade à qual a instituição está inserida.
Reconhecendo o valor da preservação da memória histórica para a construção de identidades relacionadas à trajetória da Universidade do Vale do Paraíba, as professoras Dras. Maria Aparecida Papali e Valéria Zanetti, ambas docentes da Faculdade de Educação e Artes da Univap e pesquisadoras do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D), elaboraram um projeto de criação de um Centro de Memória Institucional, denominado Centro de História e Memória da Univap (CEHVAP). O projeto foi apresentado ao Conselho de Integração Universidade Sociedade (CIUS) da Universidade e aprovado no dia 17 de junho de 2011.
O CEHVAP começou suas atividades em agosto de 2011, sob a coordenação das professoras idealizadoras do projeto, que funcionou provisoriamente no Laboratório de Pesquisa e Documentação Histórica (IP&D) até que fosse realizada a estruturação física de um novo espaço no Bloco 5 no Campus Urbanova, onde atualmente encontra-se em funcionamento.

 

O Centro tem como uma de suas premissas a gestão documental e a reconstrução do processo histórico da criação da Fundação Valeparaibana de Ensino (FVE) e da Universidade do Vale do Paraíba (Univap), sua mantida. Tem-se como objetivo as transformações ocorridas ao longo de seu trajeto, como o surgimento das faculdades e o reconhecimento pelo Ministério da Educação (Portaria n° 510 de 1º de abril de 1992), bem como o status de Universidade. Por fim, é do interesse do CEHVAP rastrear a documentação produzida ao longo de sua história e recolher memórias de pessoas envolvidas com essa história. A partir da conservação da memória institucional há a possibilidade de contextualizar vivências e trajetórias. Essa história é permitida por meio de documentos produzidos pela instituição e pelas memórias, recolhidas oralmente.

 
 

O Centro de História busca guardar e preservar continuamente toda documentação que conta a história da Univap e, dessa forma, fortalecer a identidade, a cultura organizacional e o sentimento de pertencimento dos seus funcionários e colaboradores. Ao público externo visa propiciar o conhecimento da trajetória institucional.
O Informativo Diálogo passa, a partir desta edição, a publicar fatos e fotos que fazem parte do acervo do CEHVAP, com objetivo de apresentar parte da história da Instituição e ao mesmo tempo estimular que funcionários e pessoas da comunidade que possuam fotos ou documentos antigos possam contribuir por intermédio de doações.
O CEHVAP funciona no térreo do Bloco 5, no Campus Urbanova e está aberto à visitação pública, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h. Telefone: (12) 3947-1241 − E-mail: cehvap@univap.br

Como Nasceu a Univap

A Univap é uma instituição sem fins lucrativos, comunitária, mantida pela Fundação Valeparaibana de Ensino (FVE), que existe desde 1964. Sua história começou em 1954, por meio de um decreto do presidente Getúlio Vargas autorizando a criação da Faculdade de Direito. Ao longo dos anos, foram nascendo outras Faculdades, como as de Economia e Administração, até que, em 1992, o Ministério da Educação (MEC) reconheceu a instituição como Universidade.
Hoje, a Univap é motivo de orgulho para São José dos Campos e uma referência nacional. Oferece mais de 30 cursos de Graduação, seis Programas de Mestrado, três Doutorados, Cursos de Especializações, Atualização e Extensão, inclusive uma Faculdade para a Terceira Idade.

Visita ao IP&D

Chris Bainter, Dr. Leandro, Diretor do IP&D, Profa. Renata e
os Eng. Fábio e Márcio
 
Com o objetivo de conhecer as instalações do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Univap, Chris Bainter, Diretor de Desenvolvimento de Negócios P&D da Companhia Flir Systems − EUA, visitou o Campus Urbanova no dia 4 de maio, acompanhado pelo Eng, Fábio Rodrigues e Eng. Márcio Goes, da empresa T2E − Temex Brasil, Comercial, Importadora e Exportadora.
Bainter também apresentou os produtos comercializados por sua companhia, que é líder mundial em Câmeras Termais e Sistemas de Imageamento Térmico, ferramentas que detectam Radiação Infravermelha. As câmeras se baseiam na detecção de diferenças de temperaturas para criar uma imagem nítida dessas alterações. Elas também conseguem ler os valores corretos de temperaturas dessas imagens, por meio de algoritmos avançados.

Visita ao Laboratório de Anatomia da FCS

 
A Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) recebeu, dia 6 de maio, a visita de 20 alunos do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Educare, acompanhados pelo Prof. Victor França, interessados em conhecer a infraestrutura e as atividades do Laboratório de Anatomia da FCS da Univap, localizado no Campus Urbanova.
Na ocasião, a equipe do Educare foi recebida pelo funcionário técnico do Laboratório, Marcos Vinícius Domiciano, que apresentou esqueletos e peças sintéticas. Também explicou de que forma se dá a preparação, conservação e armazenamento de peças naturais, bem como sobre as atividades ali desenvolvidas.

Docente da Univap Colabora com Escola Estadual

 
O Prof. Mestre Iuri Rojahn Silva, coordenador do Curso de Matemática da Faculdade de Educação e Artes (FEA) da Univap, foi convidado pela Escola Estadual Marechal Rondon, sob a coordenação geral da Profa. Kelli Gouvea, para colaborar em uma disciplina eletiva com temas relacionados principalmente à Astronomia, envolvendo movimentos da Terra, estrelas, constelações, volumes e órbitas dos planetas, bem como noções de localização.
As aulas com conteúdo teórico e prático em algumas ocasiões ocorrem no Campus Urbanova da Univap, onde podem contar com apoio da equipe do Observatório de Astronomia e Física Espacial, por meio de palestras e orientações nos lançamentos dos foguetes.
Participam dessa atividade cerca de 60 alunos que estão aprofundando seus conhecimentos por intermédio das professoras da Escola Estadual, Claudia Lira (Ciências), Renata Retek e Maria Lucia (Geografia).

Os foguetes lançados no dia 6 de maio atingiram os seguintes resultados:

EQUIPE DISTÂNCIA ALCANÇADA (M)
I 96,0 m
II 72,7 m
III 52,0 m
IV 31,0 m
V 29,0 m


Pré-Simpósio de História do Vale do Paraíba

A coordenadoria do Curso de História da Faculdade de Educação e Artes (FEA) realizou no dia 7 de maio, no Campus Urbanova, o Pré-Simpósio de História do Vale do Paraíba, com objetivo de preparar os alunos, professores e outros interessados para o 29º Simpósio de Lorena, organizado pelo Instituto de Estudos Valeparaibanos (IEV).

A escritora Ludmilla
 
Sonia e Juraci
 
Vista parcial do público presente

A programação do evento envolveu a realização de palestras e o lançamento do livro “O Marquês de Paraná − A vida pública e privada de ‘El Rei-Honório Hermeto Carneiro Leão’, de autoria de Eduardo César Werneck.
Estiveram também presentes ao evento o Prof. Dr. Humberto Felipe, Presidente do IEV; a coordenadora do Curso de História da FEA/Univap, Profa. Dra. Ana Enedi Prince; Profa. Dra. Maria Aparecida Papali; Profa. Dra. Valéria Zanetti; entre outros docentes do curso; alunos; funcionários e pessoas da comunidade.
A apresentação do evento ficou a cargo do historiador Eddy Carlos Souza Vicente, Membro do IEV, e participaram como palestrantes a escritora e jornalista Ludmila Saharovsky, que falou sobre a sua estadia na Rússia em 2003. Dessa viagem nasceram inúmeras matérias veiculadas na imprensa do Vale do Paraíba e primeira página do jornal O Estado de São Paulo, com entrevista publicada no primeiro caderno. Agora, o material por ela recolhido transformou-se em livro: Tempo Submerso, que está sendo editado pela Netebooks.

Dinamara
 
Madalena
 
Eduardo C. Werneck

Juraci de Faria Conde e Sonia Maria Gabriel contaram a história: “As Irmãs Melo e Souza”; Dinamara Osses: “Rio Comprido”; Madalena Fernanda Gil: “Uma Vida em Eugênio de Melo”.

Observação do Trânsito de Mercúrio

Aproximadamente 520 alunos de Escolas Públicas e Particulares estiveram na Univap no dia 9 de maio, para acompanhar gratuitamente, no Observatório de Astronomia e Física Espacial Prof. Dr. Antonio de Souza Teixeira Júnior, Campus Urbanova, a observação da passagem do planeta Mercúrio pelo Sol, numa espécie de minieclipse, mais conhecido como Trânsito de Mercúrio.

Vista parcial do Observatório
 
Telescópios Solares
 
Palestras fizeram parte da
programação

Participaram desse grande evento na Universidade alunos das Escola Estadual Prof. Nelson do Nascimento Monteiro; Escola Estadual Yoshiya Takaoka; Colégio Futura Geração; Colégios Univap (Centro; Aquarius e Villa Branca); Moppe Educação Infantil e Ensino Fundamental; Escola Estadual Profª Malba Thereza Ferraz Campaner e Escola Cristã Batista Regular.
Os Trânsitos de Mercúrio são eventos raros e neste século o fenômeno poderá ser visto por treze vezes. De acordo com os pesquisadores da Univap, no mês de maio, o planeta Mercúrio estava mais afastado do Sol e mais próximo da Terra, por isso, o diâmetro aparente de Mercúrio foi de 158,4 vezes menor que o do Sol, ocultando apenas a diminuta fração de 1/25000 do disco solar, ou seja, foi possível visualizar um pequeno disco escuro em frente ao Sol.

Oficinas para entender o fenômeno
 
Alunos da Univap foram voluntários
na recepção das Escolas
 
Professores e alunos ministraram
palestras de manhã e tarde

Mesmo diante às dificuldades pelo tempo nublado, no dia da observação foi possível visualizar o Trânsito de Mercúrio com os equipamentos disponíveis no Observatório e, além disso, os astrônomos responsáveis e alunos dos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu ministraram palestras sobre o fenômeno e oficinas explicativas.
Durante todo o dia os estudantes puderam conhecer melhor o Observatório de Astronomia e Física Espacial e utilizar os telescópios disponíveis aos visitantes.

Feira Internacional Comestique 2016

 
A convite do NIT Mantiqueira, que estabeleceu parceria com a Nürnberg Messe Brasil, empresa organizadora da FCE Cosmetique, a Univap participou, de 10 a 12 de maio, na Transamérica Expo Center, em São Paulo, da Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Cosmética - FCE Cosmetique/2016, tendo sido representada pelo grupo de pesquisa do Prof. Dr. Airton A. Martin e da Profa. Dra. Priscila Pereira Fávero.
O Prof. Airton apresentou os princípios básicos da espectroscopia raman confocal, ilustrando aplicações na análise in vivo de várias formulações cosméticas. Além disso, fez abordagem da análise in vivo da variação de conteúdo hídrico pela utilização contínua de produtos hidratantes; determinação da permeação cutânea de ativos específicos; efeitos do processo de glicação no envelhecimento cutâneo; efeitos da radiação de infravermelho na pele humana e a alteração bioquímica dos constituintes da pele humana pela utilização contínua de produtos anti-idade.
Já a Profa. Priscila demostrou como um modelo computacional, via dinâmica molecular, pode ser aplicado para simulações de transporte de ativos cosméticos pela pele humana. Foram apresentados modelos dos processos de penetração e permeação dos ativos pré-sintetizados.
Durante a Exposição, os visitantes puderam conhecer técnicas inovadoras, econômicas e de apelo ecológico para testes de produtos, alternativas para análise do comportamento físico e químico, como o uso de luz síncrotron, além de cosméticos feitos com frutos e óleos de plantas da Amazônia. Essas tecnologias foram expostas no stand do NIT Mantiqueira, sendo resultados de pesquisas desenvolvidas pelas instituições associadas ao Arranjo NIT Mantiqueira e aos Arranjos da Amazônia Oriental (AMOCI) e Amazônia Ocidental (Rede Namor). Os Arranjos de NITs são grupos ligados à Subsecretaria de Coordenação das Unidades de Pesquisa (SCUP) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Fontes: Univap/Nit Mantiqueira

IV Simpósio de Física e Astronomia do Vale do Paraíba

A Pró-Reitora de Pesquisa, Profa.
Sandra Costa, dá boas-vindas
 
Vista parcial do público presente
 
Dr. César Augusto Costa do Inpe
durante sua palestra

Por iniciativa dos alunos dos Programas de Pós-Graduação em Física e Astronomia, foi realizado, de 11 a 13 de maio, nas instalações do Observatório de Astronomia e Física Espacial da Univap, no Campus Urbanova, o IV Simpósio de Física e Astronomia do Vale do Paraíba (IV SimFast).

Dr. Marcos Diaz da USP e atual Presidente da
Sociedade Astronômica Brasileira
 
Apresentação de trabalhos

O objetivo do evento é fomentar a troca de ideias e fortalecer o intercâmbio de conhecimento científico nos campos da física espacial e da astronomia.

O Diretor do IP&D, Dr. Leandro
Raniero, ministrou um minicurso
 
Uso de Câmera CCD em Astronomia,
minicurso - Dr. Irapuan Rodrigues
 
Coquetel aos participantes do
Simpósio

Participaram do Simpósio renomados especialistas que apresentaram as seguintes palestras:

Palestrante/Apresentações Orais Tema
Prof. Dr. César Augusto Costa (Inpe) LIGO detecta diretamente as ondas gravitacionais da fusão de dois buracos negros
Elvis Camilo Ferreira (Inpe) Isolamento vertical do multi-nested pendula para detectores interferométricos de ondas gravitacionais
Prof. Dr. Diego A. Falceta Gonçalves (EACH/USP) Turbulência, campos magnéticos e formação estelares no meio interestelar
Prof. Dr. Marcos Diaz (IAG/USP) e atual Presidente da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) Explosões de Novas, observações e modelos em alta resolução espacial
Dr. Arian Ojeda González (Univap) Estudo da variação de entropia do campo magnético interplanetário em março de 2001
Dr. Venkatesh Kavutarapu (Univap) Equatorial Electrojet (EEJ) control on the Equatorial Ionization Anomaly (EIA) characteristics in the Brazilian and Indian sectors
Prof. Dr. Leandro José Raniero (Univap) Nanossensores no tratamento e diagnóstico de doenças
Isabel de Jesus Lima (Inpe) Search for magnetic accretion in SW Sextantis systems
Prof. Dr. Valério Carruba (Unesp/Guaratinguetá) Sobre as famílias mais antigas do cinturão principal de asteroides
Prof. Dr. Érico Luiz Rempel (ITA) Caos e intermitência em simulações de plasmas espaciais e astrofísicos
Prof. Dr. Alison de Oliveira Moraes (DCTA) Modelagem estatística da cintilação ionosférica
Thiago de Almeida Santos (Univap) Campos Magnéticos Co- e Pré-Tsunamigênicos Associados ao Evento de Illapel de 2015
Dra. Virginia Klausner (Univap) Observações de distúrbios magnéticos sismogênicos em São José dos Campos devido ao terremoto de Illapel (2015)
Prof. Dr. Irapuan Rodrigues de Oliveira Filho (Univap) Uso de câmeras CCD em Astronomia
Diego Valencia Enríquez Secular evolution of bar model subjected to a disturbance
Luis Fernando Quiroga Pelaez (Universidad de Antióquia - Colômbia) Testing the models of star formation reproducing observations of interacting galaxies
Prof. Dr. Jonas Rodrigues de Souza (Inpe) Modelagem ionosférica em baixas latitudes
Dra. Diana Paula de Pinho Andrade (UFRJ) Degradação de compostos orgânicos congelados em ambientes espaciais
Will Robson Monteiro Rocha Emprego do gelo de H2O:CO2:NH3:CH4 processado em laboratório para modelar espectro de estrelas jovens


77ª Semana Brasileira de Enfermagem

A Univap sediou em São José dos Campos, dias 12 e 13 de maio, no Centro de Planejamento e Desenvolvimento da Educação (Ceplade), a 77ª Semana Brasileira de Enfermagem, que foi comemorada em todo país no período de 12 a 20 de maio, tendo como tema central: ABEn 90 anos e a construção Histórica e Política da Enfermagem, organizada pela Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn), núcleo São José dos Campos e Conselho Regional de Enfermagem (COREN-SP). As atividades da Semana da Enfermagem tiveram início em uma data bastante simbólica em São José dos Campos: 12 maio, Dia Internacional do Enfermeiro e Dia Nacional do profissional de Enfermagem.

A coordenadora de Enfermagem, Dra.
Ivany Baptista, dá boas-vindas a todos
 
Vista parcial do Auditório do
Ceplade, no Campus Urbanova
 
Abertura dos trabalhos da Semana
Brasileira de Enfermagem

O encontro promoveu palestras e oficinas para os alunos e participantes, pautadas pela história, desafios e conquistas, visando ressaltar a importância da profissão. A interação entre profissionais e estudantes também é um ponto importante do evento, que tem como objetivo tornar mais próximo quem ainda está na faculdade com o mercado de trabalho.
Os participantes da Semana da Enfermagem de São José dos Campos tiveram acessos a cursos e oficinas práticas sobre os seguintes temas: Uso de Laser de Baixa Intensidade pelo Enfermeiro; Suporte avançado de vida; Oficina de cuidados com a pele e dicas de maquiagem para o trabalho; Vigilância Epidemiológica − doenças emergentes em saúde coletiva; Úlceras por pressão − prevenção, cuidado e gestão resolutivos; A casa como ambiente para nascer: atuação do enfermeiro obstetra no parto domiciliar, por quê dar certo?; e Atualização em acessos venosos.
Durante o evento, a Enfermeira Patrícia Goulart Cardoso, da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Univap, assumiu o cargo de Presidente do Núcleo Regional da ABEn, para o próximo biênio.

22º Encontro de Talentos e Arte Dona Eta

 
A Banda Militar do 6º Batalhão de Infantaria Leve-Aeromóvel de Caçapava, sob a regência do Maestro Tenente Antônio Roma Neto; o Coral Municipal de Caçapava, sob a regência do Maestro Márcio Faria e a Pianista Jeane Silva, apresentaram-se no dia 11 de maio, na Capela Universitária Nossa Senhora do Amor da Univap, no Campus Urbanova.
A apresentação organizada por Diógenes Anthony M. Antunes faz parte da programação do projeto cultural de Guaratinguetá “Encontro de Talentos Dona Eta”.
Há 22 anos, os Encontros são realizados durante o mês de maio, com objetivo de homenagear todas as mães, por meio de dança, música, teatro, poesia, cinema, fotografia e exposição de artes.

Quem foi “Dona Eta”?

O “Encontro de Talentos e Arte Dona Eta” nasceu em 1995, de uma promessa não cumprida de um filho: oferecer à sua mãe a música que ela tanto queria no dia de seu enterro. O filho Diógenes ouvia, desde pequeno, da sua mãe, que gostaria, ao morrer, de vestir “cor-de-rosa” e ter banda de música no enterro. Diógenes e sua mulher Sila estavam em Paris quando a mãe faleceu e viram, no velório, ao chegar, quinze minutos antes do enterro, Dona Eta no traje tão desejado; faltava, porém, a banda de música. Tendo sido o enterro no dia 5 de março de 1995, Sila percebeu que o filho estava triste pela falta da música no dia do velório e sugeriu, alguns dias depois, que fosse feita uma “noite musical” no dia 16 de maio, data do aniversário de Dona Eta, com objetivo de homenageá-la. E assim aconteceu: os seresteiros de Guaratinguetá e Cecília Simas apresentaram-se no Museu Frei Galvão. A partir daquele encontro e de vários outros, essas ações transformaram-se em um evento que oferece, há mais de 21 anos ao município de Guaratinguetá e à região, espetáculos de música, teatro, cinema, poesia, escultura, dança, pintura, fotografia, arte e cultura. Assim, esse acontecimento, reconhecido pelos moradores da cidade há 15 anos, também por intermédio de Lei Municipal, deixou de ser uma homenagem do filho à mãe e transformou-se num evento oficial da cidade.

Curso de MATLAB Básico

 
Alunos concluintes do curso e os professores/instrutores
Receberam o certificado de conclusão os alunos da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo (Feau) e do Programa de Pós-Graduação em Física e Astronomia que participaram do “Curso de MATLAB Básico com Aplicações em Engenharia”, realizado entre os dias 25 de abril e 6 de maio.
Organizado pelo terceiro semestre consecutivo pela coordenadoria do curso de Engenharia Elétrica/Eletrônica, o curso teve como principal objetivo descrever as funcionalidades e as características básicas da prática de programação no ambiente MATLAB, considerada uma das ferramentas de alta performance mais empregada nos cursos de engenharia das universidades de excelência.
Nesta última edição, o curso foi ministrado conjuntamente por dois professores da Feau, Prof. Dr. Marcio Muella e Prof. Me. Helosman Figueiredo, e por duas Pós-doutorandas do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Universidade, Dra. Virginia Klausner e Dra. Laurita dos Santos.
O curso deverá ser oferecido novamente durante o segundo semestre de 2016, para os alunos de todos os períodos das engenharias da Feau.

Palestra no Curso de Gastronomia
Cozinhas Profissionais: Evolução e Tecnologia


 
Alunos e professores do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação (Fcsac) assistiram, no dia 13 de maio, no Auditório Verde do Bloco 9, no Campus Urbanova, à palestra da escritora Renata Zambon, intitulada: Cozinhas Profissionais: Evolução e Tecnologia.
Autora do livro “Cozinhas Profissionais”, Renata Zambon descreve o processo e a evolução da gastronomia, sua constituição, necessidades e operação de diferentes tipos de cozinhas profissionais. Apresenta também em seu livro os rituais da celebração do convívio social em banquetes na antiguidade, a oferta de refeições em albergues, em hotéis e restaurantes, bem como dos serviços de alimentação.
O Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia oferecido na Univap tem excelente infraestrutura, a duração é de 2 (dois) anos, com aulas no período noturno.
Após a sua formação, o profissional de Gastronomia estará capacitado a assumir funções operacionais e de coordenação nas diferentes fases da produção em serviços de alimentação, além de possuir visão integrada do mercado gastronômico em suas várias segmentações.

Desenvolvimento de Pesquisas
Univap e Universidades da Itália e Inglaterra


 
A Pós-doutoranda Virgínia Klausner e o Prof. Dr. Marcio
Honorato Muella
A Agência Espacial Europeia (ESA), aprovou recentemente o projeto “Ionospheric Research for Biomass is South América (IRIS)”, liderado por pesquisadores do Instituto Nazionale di Geofisica e Vulcanologia (INGV) da Itália e das universidades britânicas de Nottingham e Bath, e com a colaboração de pesquisadores da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no Brasil.
Pela Univap, são participantes do projeto, o Prof. Dr. Marcio de Assis Honorato Muella, docente do curso de Engenharia/Eletrônica na Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo (Feau) e da Pós-doutoranda Virginia Klausner de Oliveira, pesquisadores no Laboratório de Física e Astronomia do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Universidade.
A contribuição brasileira no projeto será o de validar e analisar dados da ionosfera terrestre, obtidos a partir de observações feitas por receptores dos Sistemas Globais de Navegação por Satélite, tal como o Sistema de Posicionamento Global (GPS). Como a ionosfera terrestre em regiões tropicais é um dos maiores fatores degradantes na qualidade das imagens obtidas pelos satélites, o estudo que será feito pelos pesquisadores da Univap e do Inpe permitirá mapear as regiões da América do Sul onde os maiores erros poderão ocorrer no processamento de imagens e consequentemente, permitirá identificar os locais onde possivelmente deverão ser instalados futuramente os equipamentos da rede terrestre de calibração/correção do satélite BIOMASS”.
A ESA tem programado para o ano de 2020 o lançamento do satélite BIOMASS que tem como principal missão o monitoramento das florestas em regiões tropicais e, com isso, obter informações da biomassa vegetal e o impacto do desmatamento nessas florestas. Com os dados coletados pelo satélite será também possível investigar as possíveis variações climáticas em decorrência dos desmatamentos, monitorar a ionosfera terrestre (região da atmosfera entre ˜60-1000 km de altura) e a geologia de algumas regiões desérticas da Terra. A bordo do satélite BIOMASS haverá um Radar de Abertura Sintética (SAR) para criar as imagens de alta resolução das regiões monitoradas. No entanto, como o SAR emprega técnicas de rádio frequência para criar as imagens, os engenheiros de desenvolvimento precisam garantir uma calibração adequada do sistema que estará a bordo do satélite para garantir a qualidade das imagens que serão geradas após o seu lançamento.

Treinamento no Serpentário da Univap
Funcionários da Engeseg e Soldados do Tiro de Guerra


Funcionários da Engeseg e Soldados do Tiro de Guerra de São José dos Campos participaram, entre os dias 17 e 20 de maio, a partir das 9h, do curso gratuito sobre "Serpentes: acidente ofídico, primeiros socorros e captura”, oferecido pelo Serpentário do Centro de Estudos da Natureza (CEN), da Univap, no Campus Urbanova.

 

Participaram do treinamento 20 funcionários da Engeseg (17) e 100 soldados do Tiro de Guerra (19 e 20).
Durante o curso, ministrado pela Bióloga Edvana de Toledo Oliveira, os participantes receberam instruções sobre as características das serpentes e as diferenças entre elas, hábito, comportamento, captura correta e primeiros socorros. No curso, foi possível ainda esclarecer dúvidas sobre histórias e mitos relacionados à espécie.
Empresas, organizações da sociedade civil e outros interessados em participar do Treinamento no Serpentário da Univap poderão entrar em contato pelo e-mail: serpentariocen@univap.br ou pelo telefone: (12) 3947-1000 - Ramal 2009.

Centro de Reabilitação de Animais Silvestres da Univap
Parceira com a CCR Nova Dutra


Vista externa do CRAS/CEN da Univap
 
Um convênio firmado entre a Concessionária da Rodovia Presidente Dutra (CCR Nova Dutra) e a Fundação Valeparaibana de Ensino (FVE), mantenedora da Univap, no final do ano passado (3 de dezembro), possibilitará recepcionar, triar e tratar animais silvestres no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), resgatados na Rodovia.
A parceria, com a duração de 36 meses, está sob a responsabilidade da Bióloga Profa. Dra. Nádia Campos Velho, docente da Faculdade de Educação e Artes (FEA) e coordenadora do Curso de Ciências Biológicas da Universidade, e da Concessionária, com Ana Roberta do Valle Silva.
Caberá ao CRAS/Univap tomar todas as medidas cabíveis para garantir a integridade do animal, avaliação por parte do médico veterinário, prescrição ao tratamento e, se possível, após a recuperação, sua reintrodução à natureza.
Ficou também estabelecido no convênio a realização de treinamento aos colaboradores da Concessionária para a captura de animais peçonhentos.
A equipe do CRAS/Univap é formada por professores de Zoologia, biólogos, médica veterinária, tratadores e alunos do curso de graduação em Ciências Biológicas; estes também monitoram e administram o CEN (Centro de Estudos da Natureza), que conta com um borboletário, serpentário e viveiro de plantas medicinais.

Vestibular de Inverno/2016


I Workshop da pós-graduação em Ciências Biológicas


Encontro de Iniciação Científica - XX INIC


Escola de Modalidades Esportivas


Bolsas de Estudos - Fórmula Santander


  Agenda de Atividades Acadêmicas - 2016
 
 
Semanas/Jornadas/Feiras/Simpósios/Encontros/Palestras/Minicursos
Processo Seletivo/Congressos/Outros
Férias Coletivas na Univap

De 04 a 24 de julho
Vestibular de Inverno 2016 − Inscrições Abertas

Prova: 31 de julho de 2016

Horário: das 9h às 13h

Local: Campus Urbanova

Inscrições até 25 de julho
Semana de Planejamento e Aperfeiçoamento à Docência

De 25 a 29 de julho
Prova - Vestibular de Inverno 2016

Horário: das 9h às 13h

Local: Campus Urbanova

31 de julho
Dia da Instituição dos Cursos Jurídicos no Brasil − FD

11 de agosto
I Workshop da Pós-Graduação em Ciências Biológicas

“Pesquisa: a ferramenta fundamental da biologia moderna”

Inscrições abertas até 10 de agosto − www.univap.br/ipd - vagas limitadas - informações: ppgcbeventos@univap.br

12 de agosto
II Open Campus Univap

Horário: das 9h às 17h

20 de agosto
53º Aniversário da Fundação Valeparaibana de Ensino (FVE)

24 de agosto
Dia do Nutricionista − FCS

31 de agosto
Outubro Rosa (Comemoração) - FCS

1º de outubro
Dia das Crianças − Comemoração no CPS − Bloco 7 − Campus Urbanova − FCS

11 de outubro
Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional - FCS

13 de outubro
Dia do Professor

15 de outubro
Dia do Cirurgião Dentista - FCS

25 de outubro
XX Encontro Nacional de Iniciação Científica (XX INIC)

27 e 28 de outubro
Dia do Biomédico − FCS

20 de novembro