202ª Edição - Ano VI
De 21 a 28 de outubro/2013
 

 
Proposta Pedagógica do Curso de Medicina da Univap

 
A Univap apresentou dia 17 de outubro, no plenário da Câmara Municipal de São José dos Campos, a proposta pedagógica para a implantação do curso de Medicina na Universidade. A apresentação foi feita pela Diretora da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS), Profª Drª Emília Angela Lo Schiavo Arisawa e pela Profª. Drª. Rosa Malena Delbone de Faria, coordenadora do curso de Medicina da Universidade de Alfenas (Unifenas) e professora do curso de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Gestores da área de saúde, funcionários do Sistema FVE de Educação, mantenedora da Univap, representantes dos poderes Legislativo, Executivo e a comunidade foram convidados a conhecer a proposta.
A implantação do curso de Medicina na cidade passou a ser possível após a publicação da Portaria Normativa nº 13 do Ministério da Educação e da Medida Provisória nº 621/2013, que instituiu o Programa “Mais Médicos”. Segundo os dados dos dois documentos divulgados, São José dos Campos atende aos pré-requisitos necessários e permite que o município participe desse processo.
Durante a apresentação, a Diretora da FCS, Profª Emília Arisawa, ressaltou que a implantação do curso de medicina já fazia parte do Projeto de Desenvolvimento Institucional da Univap e, a partir da publicação da Medida Provisória pelo Governo Federal, passou a ser prioridade para a instituição. De acordo com ela, a FCS da Univap conta hoje com sete cursos muito bem avaliados pelo MEC. “A Universidade possui 20 anos de experiência, o que nos deixa muito à vontade e confiantes para pleitear o curso de medicina e atender à demanda dos candidatos da região e do restante do país. Além disso, o Campus Urbanova possui uma ótima infraestrutura física, com prédios modernos e laboratórios totalmente equipados para atender aos requisitos exigidos pelo MEC”.
A Univap, ao elaborar a proposta pedagógica do curso de Medicina, assumiu o compromisso de adotar um modelo educacional que favoreça a formação de um médico apto a uma prática profissional renovada e coerente. A proposta escolhida pela instituição foi embasada no método PBL (Problem Based Learning - Aprendizagem Baseada em Problemas).

 

O PBL é mundialmente reconhecido e amplamente utilizado nos Estados Unidos e em alguns países da Europa desde 1960. O modelo propõe que alunos trabalhem em pequenos grupos, sob a supervisão de docentes (tutores) que têm domínio e estão preparados em relação ao conteúdo que será abordado.
Para a Profª. Rosa Malena Delbone de Faria, coordenadora do curso de medicina da Unifenas, que utiliza o PBL desde 2003, o método reflete inovações efetivas no processo de ensino-aprendizagem na área. “O PBL visa formar um profissional que busque o conhecimento de forma autônoma, tendo como foco a pessoa e não a doença. Além disso, a estrutura do curso permite que o conhecimento seja aprofundado continuamente e que os assuntos sejam abordados em diferentes momentos, favorecendo seu entendimento e fixação dos conteúdos”.
Fundada em 1992, a Univap é uma das maiores e mais importantes Universidades da região, com seis Campi nos municípios de São José dos Campos, Caçapava, Jacareí e Campos do Jordão.
O corpo docente da Univap é composto por 78% de doutores e mestres. Ao todo, são 36 cursos de graduação, divididos em cinco faculdades que abrangem todas as áreas do conhecimento acadêmico.
O Campus Urbanova é a maior infraestrutura da Universidade e onde se concentra a maioria das Faculdades. Possui 266.794 m² de área construída, com oito prédios específicos às faculdades e outras edificações que abrigam o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento; Reitoria; o Observatório de Astronomia e Física Espacial; Incubadora de Empresas, Parque Tecnológico; Bibliotecas; o Centro de Estudos da Natureza; Oficinas e outros espaços para desenvolvimento de atividades a céu aberto.

  << Voltar