188ª Edição - Ano V
De 11 de março a 7 de abril/2013
 

 
Dia Mundial da Luta Contra a Tuberculose

O Hospital São Camilo, localizado em Campos do Jordão, que presta assistência aos doentes infectados pela tuberculose pulmonar, promoveu, dia 24 de março, "Dia Mundial da Luta Contra a Tuberculose", palestras a fim de conscientizar a comunidade jordanense sobre essa patologia.
Para falar da parte histórica foram convidados os docentes-pesquisadores do Campus Platanus da Univap em Campos do Jordão, o Prof. Dr. José Eduardo Marques Mauro e a Profª Drª Ana Enedi Prince, ambos coordenador e vice-coordenadora do Núcleo de Pesquisa e Fontes Históricas Locais e Regionais (Nuphir), devido ao envolvimento deles com um grupo de pesquisa sobre o "Estudo da Tuberculose no Estado de São Paulo e no Brasil."

 

De acordo com os historiadores da Univap, o dia 24 de março é celebrado "Dia Mundial da Luta contra a Tuberculose", tendo em vista que há 130 anos foi anunciado o descobrimento do bacilo causador da tuberculose, ocorrido em 24 de março de 1882, pelo Dr. Robert Koch. A descoberta do agente causador da tuberculose foi fundamental para estruturar estratégias higiênicas apropriadas para o controle e combate à doença, que na época vitimou grande parcela da população mundial, e que, ainda hoje, atinge milhões de pessoas.
A Profª Ana Enedi teve como tema da palestra a tese do seu doutorado, "Estruturação da Cidade de São José dos Campos como Estância Hidromineral e Climática (1935-1950)". Em seu Pós-Doutorado, em andamento desde julho de 2012, na USP, desenvolve o tema: "A Fase Sanatorial de Campos de Jordão como Fundamento do Desenvolvimento Posterior do Município (1874 - 1950)".
O Prof. José Eduardo falou sobre os "Aspectos da História da Tuberculose em São Paulo e no Brasil – 1850-1910". Credenciado no Programa de Pós-Graduação da USP, Área de História Econômica, ainda atua na Área da História da Saúde, e publicou, em 2004, o livro: "A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP: Primeiros tempos, através dos documentos e pela voz de seus construtores", em coautoria com a Profª Drª Arlinda Rocha Nogueira.
Participaram das palestras autoridades locais, a direção e corpo clínico do hospital, representantes da comunidade e alunos do curso de História da Univap, do Campus Platanus, de Campos do Jordão.

 

<< Voltar