169ª Edição - Ano V
De 13 a 19 de agosto/2012
 

 
Jovens Embaixadores da Univap no Exterior
Bolsa de Estudos pelo Programa Ciência sem Fronteiras


 
Os alunos da Univap, Pedro Luiz Golobovante Loureiro (Engenharia Aeronáutica e Espaço), Fabiana Aparecida Souza e Silva (Engenharia Ambiental), Clarissa Resende Grassi de Lima (Farmácia) e Geisa Nogueira Salles (Biomedicina), foram selecionados pelo Programa Ciência sem Fronteiras do CNPq/CAPES, e irão permanecer durante 12 meses (um ano) fora do país estudando em Universidades parceiras do programa, na modalidade graduação sanduíche (SWG).
Os estudantes, durante o período que estiverem fora do Brasil, receberão como benefícios: mensalidade de bolsa; auxílio-instalação; passagens aéreas e seguro saúde. O Pedro vai estudar na Universitat de Barcelona (Espanha); Fabiana, Universidade de Aveiro (Portugal); Clarissa, University of East London (Londres) e Geisa, na University of Ulster (Irlanda do Norte).
Os quatro alunos são os jovens embaixadores da Univap e os primeiros estudantes a irem para fora do país, representando a Universidade, num programa de graduação com a concessão de bolsa de estudo.
No dia 17 de agosto, o Reitor da Univap, Prof. Dr. Jair Cândido de Melo e a Vice-Reitora, Profª Drª Sandra Maria Fonseca da Costa, convidaram os quatro alunos para uma pequena reunião no Gabinete. Além de conhecê-los pessoalmente, os dirigentes da Universidade aproveitaram a ocasião para desejar boa sorte e orientá-los nesta nova empreitada da vida acadêmica."Vocês se sobressaíram e estão tendo uma oportunidade extremamente importante na vida. Foi um desafio que cada um se propôs a viver e a encarar. Lembrem-se sempre que quanto mais vocês se prepararem para a vida, mais experiências irão adquirir e esse é o grande desafio do ser humano, porque há novas exigências. Sei que é uma grande alegria e ela é nossa também porque vocês são os pioneiros na nossa história", enfatizou o Reitor da Univap. Já para a Profª Sandra Costa, o momento é de grande alegria para a Universidade e para os professores envolvidos. "Não deixo de falar para os outros alunos que vocês estão indo para fora do país por mérito próprio e não porque são amigos do "Rei". Vocês representarão a Univap lá fora, portanto serão o cartão de visita da Universidade e uma grande responsabilidade. É preciso honrar suas origens e as boas qualidades que possuem. É necessário respeitar a cultura de cada localidade e a maneira de viver de cada um. Estamos orgulhosos de todos vocês, por isso, boa sorte neste momento maravilhoso que estão vivendo e aproveitem tudo que puderem e voltem com a bagagem cheia de conhecimento!"
Para participar do processo seletivo deste programa, os candidatos tiveram que comprovar: a cidadania brasileira; estarem regularmente matriculados na Instituição e em cursos relacionados às áreas prioritárias do programa Ciência sem Fronteiras; ser classificado com nota do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem - com no mínimo 600 pontos; possuir bom desempenho acadêmico e ter concluído 20% do currículo previsto para o curso de graduação.
O Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento - CNPq e Capes -, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.
Para o Coordenador do Programa Ciência sem Fronteiras junto à Univap, Prof. Dr. Alan Prestes, os selecionados passaram por grandes desafios e mostraram que com muito estudo, dedicação e perseverança é possível realizar seu sonhos, independente de suas origens. Esta oportunidade permitirá inúmeras interações, troca de conhecimento e vivência de mundo, que certamente contribuirão na formação profissional e pessoal de cada um. E, também, eles serão um estímulo para os outros alunos.

 

<< Voltar