122ª Edição - Ano III
De 4 a 10 de abril/2011
 

  Viagem Precursora do Rondon ao Pantanal: Operação Especial no Rio Paraguai
Corumbá/MS


 
 

 
Instalações da Marinha em Coumbá/MS
A fim de conhecer a região onde as equipes de alunos e professores da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e da Universidade Federal de Alfenas (Unifenas) irão atuar na Operação Especial no Rio Paraguai (MS) do Projeto Rondon no mês julho deste ano, o Prof. Dr. Alberto Resende Monteiro pela Univap e a Profª Drª Simone Cecília de Melo, da Unifenas, estiveram no período de 3 a 9 de abril na 17ª Brigada de Fronteira (17ª BFron) e no 6º Distrito Naval (6DN) da Marinha Brasileira em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, local sede onde os representantes das Instituições de Ensino Superior (IES), foram recebidos pelo Cel Edson Pierobon, da Gerência de Planejamento do Projeto Rondon do Ministério da Defesa.
As equipes da Univap e Unifenas ficarão alojadas em instalações da 17ª BFron e no Hotel de Trânsito (HT) da Marinha Brasileira. Farão durante os trabalhos sobrevoos em helicópteros da Marinha sobre o tramo sul do Rio Paraguai e vão utilizar viatura leve de combate para atingir localidades às margens do Rio.
A Univap desenvolvera ações em temas relativos ao meio ambiente e tecnologia social/produção rural, comunicação e trabalho e a Unifenas na área de saúde, educação, cidadania, junto às populações ribeirinhas, pequenas comunidades organizadas ou até em simples agrupamentos de casas nas localidades de Forte Coimbra, Porto Esperança, Porto Murtinho, Albuquerque e Porto da Manga.
O município tem o nome de origem tupi-guarani Curupah – que significa “lugar distante” – e, depois de ter outras denominações ao longo de sua história, o município de Corumbá é conhecido como “Cidade Branca”, devido à cor clara de seu solo, rico em calcário.
Fundada em 1778 para impedir os avanços dos espanhóis pela fronteira brasileira em busca do mineral precioso, o Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Albuquerque – primeira denominação do vilarejo – transformou-se no principal entreposto comercial da região. Quando a passagem de barcos brasileiros e paraguaios pelo Rio Paraguai foi liberada, e devido à importância comercial que passou a ter, a localidade foi elevada a distrito em 1838 e, em 1850, a município.
Situada na margem esquerda do rio Paraguai e também na fronteira entre o Brasil, o Paraguai e a Bolívia, Corumbá é considerada o primeiro pólo de desenvolvimento da região, e por abrigar 60% do território pantaneiro, recebeu o apelido Capital do Pantanal, além de ser a principal e mais importante zona urbana da região alagada. Também é o maior município em extensão territorial do estado e o mais populoso centro urbano fronteiriço de todo o Norte e Centro-Oeste do Brasil.
 
 

<< Voltar