75ª Edição - Ano II
De 1º a 7 de março/2010
 

  Projeto Rondon
Municípios: Paranaiguara (GO) e Itacajá (TO)


 
 
 
A equipe que atuou em Paranaiguara (GO), sob a
coordenação dos professores Glauco e Amilton
Duas equipes com seis alunos coordenadas por professores, retornaram dia 8 de fevereiro, das ações realizadas pelo Projeto Rondon 2010, nos municípios de Paranaiguara (GO) e Itacajá (TO).
As equipes permaneceram nas localidades preestabelecidas, de 22 de janeiro a 7 de fevereiro, onde realizaram atividades sócioeducativas voltadas para as áreas de: comunicação, meio ambiente, tecnologia de produção e trabalho.
Acompanharam as equipes, o Prof. Dr. Alberto Resende Monteiro, coordenador geral na Univap pelo Projeto Rondon, o Prof. Glauco Putomati e o Prof. MSc. Amilton Damas.
De acordo com o Prof. Alberto, os trabalhos realizados este ano foram extremamente positivos tendo em vista a integração das equipes com das Instituições de Ensino Superior (IES), Faculdade Seama (Macapá) e Anhanguera (Brasília).
Os trabalhos realizados em Itacajá tiveram um diferencial porque é o local onde vive o Povo Kraô, com mais ou menos 2.600 pessoas, distribuídas em várias aldeias, sendo que a mais próxima fica a 7 km de Itacajá, na aldeia Manoel Alves, visitada pela equipe Rondon.
Neste município foram realizadas palestras sobre: Agricultura Orgânica; Agricultura Natural; Agricultura Sustentável; Agricultura Urbana; Agricultura Familiar; Minhocultura (húmus) e Compostagem. Foram abordados também assuntos relativos aos problemas locais, como: correção do solo, pragas na lavoura, entre outros.
Participaram dessa capacitação, pequenos produtores, grandes produtores, pecuaristas, iniciantes na agricultura, comerciantes e outros interessados no assunto.
Sobre meio ambiente, o trabalho realizado foi de conscientização junto a produtores, professores, alunos das escolas e funcionários da prefeitura. Utilizando-se de dinâmicas e recreações com as crianças.
Os trabalhos realizados pelo Projeto Rondon estão sob a coordenação geral do Ministério da Defesa (Aeronáutica, Exército, Marinha) que concede as equipes todo apoio logístico quanto ao transporte às longas distâncias. Já as prefeituras dos municípios, concedem o alojamento, a alimentação e transporte nas comunidades onde são realizados os trabalhos.
Os universitários participantes recebem, por parte do governo federal, seguro saúde, de vida, além de um kit rondonista contendo mochila, camisetas, bloco e caneta.
As equipes participantes do Projeto Rondon são voluntárias e atuam numa atividade de extensão universitária que ocorre, geralmente, nos períodos das férias acadêmicas, ou seja, nos meses de janeiro e julho.
A Univap participa como parceira do Projeto Rondon desde a sua reativação em 2005, quando a Presidência da República atendeu ao pedido da União Nacional dos Estudantes (UNE).
As inscrições para as atividades que serão realizadas em julho de 2010, já estão abertas e poderão ser efetivadas até o próximo dia 9 de abril, pelo site: www.univap.br/rondon
 
 

<< Voltar