32ª Edição - Ano I
De 16 a 22 de fevereiro/2009
 
 

  Curso de Serviço Social: 40 anos

 
 
Em maio deste ano, o curso de Serviço Social da Univap, completará 40 anos de criação. A fim de celebrar esse marco histórico na Universidade, a Reitoria, a Direção da Faculdade de Ciências da Saúde e a Coordenadoria do curso, estão preparando uma série de festividades que serão realizadas dias 12 e 15 de maio.
Serão convidados para as celebrações o Ministro Patrus Ananias, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, autoridades, secretários municipais, dirigentes de instituições de assistência social de São José dos Campos e de cidades vizinhas.
O curso de Serviço Social possui atualmente nove turmas que estudam nos Campi Centro, em São José dos Campos e Villa Branca, em Jacareí.
Implantado em 10 de maio de 1969, inicialmente
O coordenador do curso, Prof. MSc. Geraldo Vilhena de Almeida Paiva
 
 
como Faculdade de Serviço Social Ministro Tarso Dutra, seu funcionamento se deu no prédio da Faculdade de Direito Vale do Paraíba, na Praça Cândido Dias Castejón, em São José dos Campos que, na época, também abrigava a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.
As assistentes sociais Célia Marcondes, Dirce Marson, Diná Aparecida de Freitas Vieira, Cilene Poli Veneziani, entre muitos outros profissionais de sucesso, fizeram parte da primeira turma.
O curso de Serviço Social - desde a sua criação sob a coordenação do Prof. MSc. Geraldo Vilhena de Almeida Paiva - mantém o currículo em conformidade com as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação (MEC), e convênios com mais de 35 instituições, sediadas em São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Santa Branca, Paraibuna, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela.
Possui ainda uma coordenadoria de estágios que possibilita o ensino prático supervisionado, curricular e obrigatório e, além disso, estimula a realização de projetos de pesquisas e de intervenções em realidades sociais.
Apresenta corpo docente composto por professores especializados com vasta experiência acadêmica e de campo, responsáveis pelo desenvolvimento de projetos e integração entre a teoria e a prática, entre os quais destacam-se: Geraldo Vilhena de Almeida Paiva, Elizabeth Moraes Liberato, Denise Cristina Guelfi, Margareth Hayashyda, Cláudia Regina Marcondes, Débora W. Guedes, Maria Enilce T. Garcia, Nancy Innocente e Vera Ignácio Molina.

   
 

<< Voltar