34ª Edição - Ano I
De 9 a 15 de março/2009
 
 

  Prime beneficia 1,9 mil empresas nascentes de todo o País

 
 
Voltado para empresas com até dois anos de existência, o Programa Primeira Empresa Inovadora (Prime) começou a ser operado em todo o Brasil com o lançamento dos 17 editais regionais, realizado na última quinta-feira (5), às 12 horas, no auditório Rio Data Center da PUC Rio.
Cerca de 1,9 mil empreendimentos inovadores nascentes devem ser selecionados para receber R$ 120 mil cada um em forma de subvenção econômica, ou seja, recursos não reembolsáveis. Ao todo, serão desembolsados cerca de R$ 230 milhões em 2009.
 
 
Estiveram presentes na cerimônia de lançamento do Programa, o ministro de Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, o presidente da FINEP, Luis Fernandes, o reitor da PUC, padre Jesus Hortal Sanchez, o representante do Programa PRIME no Vale do Paraíba/SP, Prof. Dr. Antonio de Souza Teixeira Júnior (FVE/Univap), entre outros.

Como participar do programa

Quem tiver interesse em se candidatar aos recursos do programa poderá escolher uma entre as 17 incubadoras-âncora, que vão atuar como os agentes financeiros da FINEP nos estados para a apresentação de suas propostas.
Essa primeira etapa do financiamento, de R$ 120 mil, poderá ser utilizada para apoio ao empreendedor e gestor do negócio e, ainda, para a contratação de consultorias de mercado em áreas de gestão consideradas relevantes para a empresa, como recursos humanos, propriedade intelectual, formulação estratégica e inovação.
Caso o empreendedor cumpra as metas definidas no projeto, ele terá direito a mais R$ 120 mil em 2010. Neste caso, os recursos são do Juro Zero e terão que ser pagos em até cem parcelas sem juros.
A meta do programa é ajudar na estruturação de planos de negócio e no desenvolvimento de novos produtos e serviços. Em quatro anos, a estimativa da FINEP é investir R$ 1,3 bilhão em cinco mil empresas.
“Não existe limite geográfico, uma empresa de Santa Catarina vai poder inscrever o seu projeto no estado de Pernambuco, por exemplo, se assim o desejar”, afirma a superintendente da Área de Pequenas Empresas Inovadoras, Gina Paladino. O edital é único para todo o País, mas caberá a cada incubadora a análise, seleção das propostas e repasse direto da verba estatal.
Segundo Paladino, as 17 incubadoras-âncora vão operar com recursos diferenciados, entre R$ 9 milhões e R$ 14,4 milhões, que já foram liberados quase que integralmente pela FINEP. No cálculo, foram levadas em consideração as estimativas de demanda local apresentadas pelas instituições parceiras. A maioria, no entanto, receberá o maior valor. Inicialmente, eram 18 as incubadoras-âncora selecionadas para o operar o Prime. A Incamp, da Unicamp, foi a única excluída por não ter apresentado a documentação no tempo previsto.
Qualquer empresa está apta a participar do Prime, desde que desenvolva atividades com conteúdo tecnológico e disponha de um produto viável economicamente. A meta do Programa é trabalhar para o desenvolvimento regional, a inovação tecnológica e a ascensão das pequenas empresas inovadoras do país.

Conheça as 17 incubadoras-âncora

Cietec (SP): www.cietec.org.br
Fipase (SP): www.fipase.org.br
FVE/Univap (SP): www.univap.br/prime
Biominas (MG): www.biominas.org.br
Fumsoft (MG): www.fumsoft.softex.br
Inatel (MG): www.inatel.br
Coppe/UFRJ (RJ): www.incubadora.coppe.ufrj.br
InstitutoGênesis (RJ): www.genesis.puc-rio.br
BioRio (RJ): www.biorio.org.br
Celta (SC): www.celta.org.br
InstitutoGene (SC): www.institutogene.org.br
PUC/Raiar (RS): www.pucrs.br/agt/raiar
Faurgs/CEI (RS): www.inf.ufrgs.br/cei
Cide (AM): www.cide.org.br
Parque Tecnológico da Paraíba(PB): www.paqtc.org.br
Cesar (PE): www.cesar.org.br
Cise (SE): www.cise.org.br

Fonte: Finep
 
   
 

<< Voltar